Fora, João!

Isto é uma situação deprimente. Ter e não ter aula da geografia com ele é a mesma coisa. Conheçam, o “Professor” João, ou, como é popularmente conhecido, João Bobão.

Ele é meu professor de geografia, mas quando vejo caderno de meus amigos (que estudam em outras escolas), vejo um monte de coisas diferentes que eu não conheço, como latitude e longitude, escala… vejo que não aprendi nada durante o ano inteiro. E de fato, nossa sala nunca aprendeu nada com ele.

Ele não sabe passar lição – ele simplesmente passa todas as atividades do livro didático de uma vez só, sendo assim, da forma mais cansativa possível, e não aprendemos nada – não sabe explicar (a sala fica em silêncio, de tanto sono) e, fiquei sabendo de uma coisa com a qual perdi totalmente meu respeito com ele: Ele está passando um texto quilométrico só pra dizer que passou lição. Durante o ano todo, ele só passou uma leva das atividades, não se preocupou em fazer a correção, e deixou durante o ano todo, a sala fazer o que quisesse. Xingamentos, barracos, “estupros”, tudo acontecia na sala. A única diferença de uma aula vaga com a aula do João é ter que olhar pra cara dele. Estou falando sério!

Professor João, se você está lendo esse post, quero que saiba que como quem faz a escola são os alunos, eu me senti em total direito de expressar isso. E outra coisa, mude de profissão. Como aparenta ter conhecimentos de geografia, poderia procurar algum emprego nessa área, ou então em outra coisa. Mas, professor, não. Pra você pode estar sendo fácil, mas para nós, vamos nós f*der quando chegarmos no 1° ano do colegial!!

Os alunos deviam se expressar, mas têm medo. Vamos ver se consigo algo com este mero post.

Postado ao som de: Ayumi Hamasaki – Naturally

Uma resposta to “Fora, João!”

  1. Anonymous Says:

    Oi, Adriano! Eu acho que vc ainda vai ser um jornalista famoso!
    Eu li este seu post e fiquei triste por saber sobre estes fatos desta forma. Porque vcs não tentam fazer alguma coisa lá na escola?
    O Prof. João é uma boa pessoa e eu não acho que os alunos devam ter medo de conversar com ele a respeito destes fatos, como você falou em seu artigo…
    Eu acho que os alunos têm todo o direito de reclamar por melhores aulas! Acho que vocês devem mesmo fazer isto. Mas o professor tem o direito de ficar sabendo, se não como ele poderá mudar?
    Eu também vejo que a classe não tem cooperado muito últimamente com os professores. Vocês devem ter mil motivos para se comportarem deste jeito, mas não é assim que vocês vão conseguir mudar alguma coisa: vocês devem falar, isto é, conversar, trocar idéias, crescer com a discussão e mostrar os seuu desejo de aprender e ter boas aulas…
    Eu gostaria muito que você aproveitasse melhor este seu talento e conseguisse mobilizar, ou pelo menos, conscientizar os seus colegas, ao invés de aderir a certas brincadeiras que, ao invés de descontrair, como vocês pensam, só pioram as coisas…
    De qualquer forma, Adriano, eu quero lhe dar os parabéns pela sua iniciativa, que já é um bom começo para o diálogo e só comproa o que nós já sabíamos: você tem muito talento!
    Beijos, e fique com Deus.

    Assinado: Profª. Neusa

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: